26/05/2022
  • 06:18 Homem morre em hospital após receber balaços em beco no tranquilo bairro da Compensa
  • 05:36 Homem é assassinado a facadas e corpo é jogado em Igarapé na Zona Centro-Sul de Manaus
  • 05:27 Ruivinha de Marte é comparada à campeã do jogo League of Legends e entra na onda
  • 05:26 Anitta é substituída por Ludmilla na festa Garota VIP e fãs reclamam da Fábrica de Eventos
  • 05:24 Um dia após se entregar para não ser executado, “Feroz” afirma que não matou PM em Manaus

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), anunciou nesta terça-feira (11) ter protocolado requerimento de nova CPI sobre o ‘apagão de dados’ da vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde em meio à alta de casos da variante Ômicron.

“Entre outros pontos, teremos como foco: atraso e insuficiência na vacinação infantil; insuficiência de provisão para doses de reforço em 2022; ataques do presidente da República aos técnicos da Anvisa e à vacinação da população adulta e infantil; a insuficiência da política de testagem; e o apagão de dados do Ministério da Saúde, com as suas consequências no correto monitoramento da evolução da pandemia”, escreveu Randolfe nas redes sociais.

O relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros (MDB-AL) declarou apoio à proposta. “Boicote à vacinação infantil, apagão de dados no Ministério da Saúde, tocado por um sabujo, além da explosão de casos. Bolsonaro é um delinquente reincidente. O Congresso está omisso diante do resgate do genocídio. Eles só respeitam CPI”, concluiu, referindo-se ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

lucas

RELATED ARTICLES
LEAVE A COMMENT

error: Content is protected !!